Contatos

Gestão de Projetos

 

A gestão de projetos para os gestores de projetos “não oficiais”

Um estudo do Project Management Institute (PMI) refere que em empresas com pouca maturidade em gestão de projetos, 39% dos projetos não cumprem os prazos estipulados, 44% não cumprem o orçamento definido e um pouco mais de 50% não satisfazem os requisitos inicialmente definidos. Um pouco mais de 50% dos projetos falham.

Agora imagine os que gerem projetos e que...não são gestores de projetos? A pergunta tem razão de ser se considerarmos que nas organizações muitos de nós somos chamados a gerir projetos, sem termos o título oficial de "Gestor de Projeto". Essa gestão gestão é feita sem preparação ou formação específica, e sem o reconhecimento da “autoridade formal” para o fazer. Não raras vezes deparamo-nos com situações em que os processos não estão estruturados, o âmbito dos projetos não é claramente definido e as expectativas e necessidades dos stakeholders são divergentes ou mesmo antagónicas.

Todos estes fatores contribuem para o aumento da probabilidade de fracasso dos projetos, traduzindo-se em custos elevados de tempo e dinheiro para as organizações, afetando reputações pessoais e organizacionais, e a motivação dos colaboradores.



Dentro daquilo que é a sua Prática de Produtividade, a FranklinCovey desenvolveu um programa de gestão de projetos, validado pelo PMI, onde junta duas componentes fundamentais:

- processos sólidos de gestão de projetos, baseados no PMI;
- 4 comportamentos fundacionais que inspiram as equipas de projeto a executar com excelência. Através desta componente comportamental aprendemos a dominar a chamada “autoridade informal”.

O paradigma que temos de adotar é o de PESSOAS+PROCESSO=SUCESSO.

A gestão de projetos não se resume à utilização de processos de gestão e esperar que a equipa esteja execute com excelência. As competências associadas à “autoridade informal” são mais críticas do que nunca, para inspirar e motivar a equipa a contribuir para o sucesso do projeto.

O programa da FranklinCovey dota os seus participantes dos paradigmas, competências e ferramentas necessários para gerir projetos com sucesso, de forma consistente e disciplinada, através da implementação de processos estruturados e do domínio da “autoridade informal”.

Como é habitual na FranklinCovey, este programa não se resume a workshops. Estamos a falar de um processo de transformação, composto por uma fase de preparação, benchmarks, um compromisso pessoal que tomamos perante a gestão de projetos, e uma Sessão de Report, que tem por intuito discutir a experiência de cada um na aplicação dos novos paradigmas, competências e ferramentas. Como também é apanágio da FranklinCovey, o programa é apoiado por vídeos de um caso concreto que nos acompanha ao longo do processo.

Por falar em ferramentas, durante o processo não é utilizada nenhuma ferramenta informática de gestão de projetos. Todos os documentos que fazem parte da gestão do projeto, em todo o seu ciclo de vida, são facultados em formato digital, a partir do kit de cada participante.

Por fim, não queria deixar de referir que a FranklinCovey é Registered Education Provider (REP) do Project Management Institute (PMI). A participação neste programa vale 12 PDUs. Isto é particularmente interessante para os que, mais tarde, querem seguir a via de certificação em gestão de projetos.

Novembro 2015
José Carvalho - FranklinCovey Portugal

As nossas soluções:

Project Management Essentials™ para o Gestor de Projetos Não Oficial